O momento para começar é agora


N
ós vivemos esperando o momento certo para TUDO! O momento certo para começarmos a faculdade, começarmos a pensar em termos uma família... temos e pensamos em tudo cautelosamente, mas acontece que o pensar muito nos impede de uma coisa: agir.

Pensamos e sonhamos quando iremos abrir nosso próprio negócio, quando vamos ser pessoas melhores, quando iremos dar o nosso melhor para sermos promovidos, quando começaremos a planejar aquela viagem dos sonhos, vivemos pensando que daqui a 10 anos teremos o casamento dos sonhos... mas por que não agora? Por que não começar a planejar agora, a construir agora?

Por diversas vezes já deixei sempre muita coisa para depois; sempre tinha a desculpa do: "amanhã eu faço" "depois eu vejo isso" "mês que vem eu começo..." então comecei a perceber que se eu tivesse começado desde o principio, eu não estaria "começando" hoje (entenderam?). Muitas vezes sonhamos, idealizamos e queremos algo e não começamos logo cedo. Há cerca de quase 3 anos eu planejei viajar para a Argentina e até hoje eu não juntei dinheiro para tal... tudo porque eu adiei, fiquei pensando: "mês que vem eu junto dinheiro..." "amanhã eu dou um jeito nisso tudo" e nunca dei. Muitas vezes eu adiei postagens aqui no blog porque eu queria "recomeçar" no mês seguinte. Também já presenciei muita gente fazendo o mesmo mas aí comecei a perceber que tendo esse tipo de atitude nós perdemos muito tempo.

Não deixemos para amanhã o primeiro passo. Não deixemos para amanhã a oportunidade de começar, de tentar, de criar. Se você quer muito algo, quer de coração mesmo, não espere para amanhã o que você já pode começar hoje, o melhor momento para você começar é agora. Torne o amanhã um dia a mais para concretizar o que você deseja e não mais um dia em que você para e pensa que poderia ter feito aquilo ontem, antes de ontem, mês passado, ano passado.... Não se prenda ao "começo na segunda" (sendo que está na quarta) ou "mês que vem começo a juntar dinheiro para reformar a casa..." não. Comece agora, se amanhã sim porque não hoje? Não é errado a gente se programar mas as vezes a gente se programa tanto que quando pensamos em agir a vez já passou. 

O momento de realizar o que deseja é agora. Não preencha o amanhã com tarefas mas sim com realizações. Se é para começar, que seja hoje, que seja agora.

P.S: aproveita que hoje é segunda-feira que tu nem tem desculpa! haha <3

Faça você mesma: Mural Magnético


E
u não sei vocês mas eu adoro trazer um DIY tanto pra cá pro blog quanto lá pro canal. Como já contei pra vocês nesse post, estou mudando um pouco o meu quarto aos poucos e compartilhando com vocês as dicas, de como estou fazendo... O primeiro cantinho foi o das minhas prateleiras que também mostrei aqui para vocês. 

Desta vez o próximo lugar é o meu Home Office, apesar d'eu ser super feliz com ele da maneira que ele era, eu decidi mesmo assim fazer algo diferente nele e confesso que estou bastante empolgada! A primeira ideia que tive foi de fazer o meu mural magnético que já havia pensado antes mas não havia posto em prática. Não quis aquele mural de metal não, quis realmente um mural magnético e decidi ensinar vocês a como fazerem o mesmo. É prático, fácil e ficou melhor do que eu imaginei. Como fazia tempo que não postava algo exclusivamente aqui no blog desde que criei o canal, escolhi fazer esse post como uma forma de mostrar que sim, o blog é o meu cantinho e o canal será uma extensão dele e não o contrário. Claro que vai ter vídeo, mas ele vai estar embutido no vídeo geral da decoração do Home Office <3 

Material necessário:



  • Manta Magnética (encontrada em lojas de artesanato ou em lojas que vendem materiais para gráficas)
  • Adesivo ou papel estampado da sua preferência
  • Cola de silicone
  • Régua

Primeiro pegue uma das folhas de adesivo e corte somente a parte superior. Somente ela está bem? Disponibilizei a impressão das folhas que usei no meu bem aqui. Você pode criar uma para você na medida que preferir e levar para uma gráfica ou imprimir em casa.


Em seguida é só você começar a aplicar o adesivo. Lembre que a parte que queremos que fique coberta é justamente a que o ímã irá grudar. Fique atenta para não colar do lado errado. Com o auxílio da régua vá empurrando o papel com cuidado para não criar bolhas.


Repita o mesmo procedimento que com a anterior. A segunda folha precisa ser aparada tanto em cima como nas laterais.


Aplique a segunda folha bem no local onde a imagem se une. Por isso não podia cortar a lateral da primeira folha, aquele espacinho branco já serve como apoio, ou seja, a primeira deixa inteira e a segunda você corta as laterais.


Repita o mesmo processo na hora de aplicar. Uma mão auxilia puxando e a régua empurra.


Com o estilete, refile toda a área para que fique somente a parte do mural propriamente dito.


Com a cola de silicone, aplico por toda a lateral do mural e aplico na parede. Você pode pregar com fita mas como minhas fitas não eram de boa qualidade, colei com cola mesmo.


Para criar um espaço para recados e lembretes eu colei um fio branco de ponta a ponta.


Agora é a hora mais divertida! Com o pedaço da manta que sobrou eu decidi fazer meus  próprios ímãs. Separei tudo o que me agrada, me inspira e colei na monta (dessa vez do lado contrário)




Depois de tudo pronto é só ir colando no seu mural! \õ/


Para o cordãozinho usei mini pregadores para segurar os recados e lembretes. Tem como não ficar uma graça?





Como eu sou uma pessoa que nem gosta de exagero na parede, preguei várias ilustrações para dar um colorida a mais. Gostaram?

Acharam que eu ia deixar vocês sem a arte do mural hein?! Claro que não! Clique aqui e baixe a arte que criei pro meu e faça um também <3 O arquivo já está pronto para a impressão e está em tamanho A3

Espero que tenham gostado do post, me deixem aqui nos comentários se já haviam feito um antes e deixem pedidos de DIY. Estou gravando todo o processo da mudança no quarto e em breve a parte do Home Office irá ao ar junto com muito Faça você mesmo, com dicas e o melhor: sem jogar ou comprar nada (ou quase nada). Está sendo um desafio e aprendizado para mim e é maravilhoso!

Se fizer algum DIY que foi ensinado por mim, poste uma foto lá no instagram com a hastag #aprendicomaje e eu vou lá conferir! 


Livros usados: quanto gastei e economizei


E
sse post já faz um certo tempo que está pronto mas só agora eu decidi postar devido a chegada de livros novos. Atendendo ao pedido da Ana do Coisas de Ana, decidi contar aqui para vocês quanto gastei, quanto economizei e se vale a pena comprar livros usados. Estou sempre compartilhando aqui sobre meus livros usados e no quanto adoro tudo isso. Já comentei se valem a pena, o motivo de ter adotado essa prática mas nunca fiz um contando o quanto já consegui economizar, por quanto saíram... por isso obrigada Ana pela sua dica! 

Como já comentei aqui, compro meus livros no Estante Virtual porque é o melhor lugar para comprar livro "usado" e confesso que não tenho muito tempo de sair vasculhando em sebos, então o Estante SEMPRE me salva. Separei somente alguns dos meus achados e resolvi compartilhar com vocês os detalhes de cada um. Gravei um vídeo falando um pouco mais e mostrando com mais detalhes cada um deles.





Com esses 14 livros eu gastaria na faixa de R$ 621,61 (sem incluir o frete) mas gastei R$ 249,72! (já com o frete incluso) Ou seja, economizei cerca de R$ 371,89!! 
Gente, com esse dinheiro eu compraria tudo de novo! 

Separei umas dicas para algumas dúvidas em alguns comentários que já vi em posts anteriores e decidi esclarecer para vocês.

QUANDO DEVO COMPRAR EM SEBO?

- Quando for uma edição antiga e/ou com uma capa que você queira muito (como no meu caso da série Garoto da Meg Cabot) e não é mais vendido com ela.
- Quando se trata de livro raro ou títulos mais populares. Livros desse naipe costumam possuir um preço um pouco mais elevado nas livrarias.

AH MAS EU GOSTO DO CHEIRINHO DE NOVO

- Em 97% das minhas compras, os livros viram com cheiro de novo, em perfeito estado, até porque muitos livros são abandonados e muitas vezes nunca foram tocados. Mas claro, se você analisar o custo X benefício, o cheiro de novo será irrelevante nesse caso.

QUAL CERTEZA TEREI DE QUE ENCONTRAREI MEU LIVRO NOVO?

- Não terá. A gente nunca tem certeza. Se for comprar em sebos físicos, você pode conferir o estado do livro, mas no caso de compras online, no meu caso o Estante Virtual, eu recomendo ler direitinho o anúncio de venda, fale com o vendedor; tem deles que até possuem fotos reais do livro. Nunca tive a má sorte de comprar um livro dito como em bom estado e chegar velho. (Já aconteceu isso com compras de outros leitores. Comprei uns livros de uma garota aqui na minha cidade e os livros vieram muito ruins e ela me jurou que estava em ótimo estado TODOS, mas na verdade alguns estavam bem decadentes).

E LIVRO E AUTORES NOVOS? VALE A PENA?

Acredito que não valha a pena não. Existem sites como a Amazon, Submarino e Saraiva que possuem preços maravilhosos  para os livros de autores novos. Recomendo sebo somente para 1ª dica. 


Então é isso, espero de coração que tenha ajudado vocês, que tenha incentivado vocês a criarem uma consciência de que livro pode ser barato sim, é só saber como achá-lo! \õ